terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Sombras Chinesas

Se há coisas que os gatos gostam, e o meu não é excepção, é de estar ao sol, deitadinhos, sem fazer nada.
As cortinas do meu quarto, na abertura, já têm até a forma do Chaplin, de tanto que ele corre “desentraitado” do parapeito para outra qualquer parte da casa (e vice-versa).
Hoje como o sol brilhou um bocadinho, lá foi ele apanhar os seus banhos e espreitar tudo o que se passava na rua.
Sempre que posso, e porque me faz lembrar as sombras chinesas, farto-me de o fotografar (acreditem que são centenas de fotos). Aqui fica uma pequena (mas exaustiva) amostra.

Escondido, mas com o rabo de fora…chaplin1chaplin2Agora vou antes para ali…chaplin3chaplin4chaplin5chaplin6Sou muito asseadinho…chaplin7chaplin8Voltei…chaplin9Cu-cu…chaplin10

quarta-feira, 28 de julho de 2010

34 things to do before 34

Sou uma mulher de listas. Faço-as para tudo. O que fiz, não fiz e tenho de fazer. O que há, não há e o que tem de haver… Enfim, dêem-me um papel e um lápis/caneta e as possibilidades serão infinitas. ..
A que vou publicar é um acumular de coisas que andavam espalhadas por blocos e papéis soltos, coisas que quero muito fazer ou que aconteçam na minha vida. É também uma forma de me comprometer comigo mesma (mas publicamente), de me conhecer melhor e de encontrar o meu caminho. No fundo, o objectivo é apenas um: SER FELIZ!
Na blogosfera há muitos exemplos destas “to do lists”, como aqui ou aqui (com quem tenho alguns itens em comum), e então cá fica a minha também.

34 things to do before 34

1- Perder 15kg;
2- Fazer exercício físico (activa e regularmente) e andar mais a pé;
3- Deixar de beber refrigerantes (apenas ocasionalmente);
4- Alimentar-me de forma mais saudável;
5- Não comer fora de horas / pela noite dentro;
6- Mudar de visual / cuidar da imagem;
7- Cuidar da saúde (fazer análises e ir ao médico regularmente, para prevenir);
8- Ir ao dentista (e outros “istas”)
9- Mimar mais o L.
10- Conhecer uma capital europeia;
11- Fazer uma escapadinha com o L. (pelo menos de 3 em 3 meses);
12- Arranjar um mapa de Portugal e ir assinalando os sítios que visito/conheço;
13- Conhecer melhor a cidade (e arredores) onde vivo agora;
14- “Consumir” mais cultura (teatro, cinema, espectáculos de música, etc.);
15- Continuar a ler muito;
16- Voltar a cantar / ter aulas de canto;
17- Acabar licenciatura em Comunicação Organizacional;
18- Pesquisar mestrados que queira mesmo! (e não fazer por fazer)
19- Tirar um cap;
20- Escrever/terminar curtas-metragens (incluindo pesquisas);
21- Pesquisar cursos de fotografia,  inglês e escrita criativa (intensivos);
22- Ser mais organizada e menos preguiçosa;
23- Gerir melhor o meu tempo (e ter mais tempo para mim / minhas coisas);
24- Planear semanalmente as tarefas e cumpri-las!
25- Ver o mar sempre que necessite (e molhar os pés);
26- Alimentar os blogs com mais frequência;
27- Poupar dinheiro (para viajar ou fazer outras coisas que me dão prazer);
28- Fazer compras mais vezes em mercados / produtores locais;
29- Manter a casa o mais arrumada possível e ir mudando a decoração aos poucos;
30- Renovar o guarda-roupa (incluindo dar o que não visto /não vou vestir /  não me serve);
31- Organizar / arrumar o escritório/biblioteca;
32- Visitar 3/4 museus;
33- Fazer grande parte das prendas de Natal manualmente;
34- Viver um dia de cada vez, da melhor forma possível!!!

Estou muito consciente das limitações temporais e, sobretudo, financeiras para poder fazer isto tudo, mas nos próximos 7 meses vou dar o máximo e tentar ser o mais disciplinada que conseguir para cumprir a maior parte (espero que todos) dos itens.

Conto convosco e boa sorte para mim!

terça-feira, 27 de julho de 2010

Chaplin

Red heartRed heartRed heartRed heartRed heart

DSC_4248

Chaplin…

e os amigos:

DSC_4473
Malaquias e Barney…

DSC_4538
DSC04567
DSC_4474
Smile

(Imagens SML)

domingo, 25 de abril de 2010

(Pequena) Revolução

Há 36 anos uma revolução mudou a vida de um país e de um povo. Abriram-se horizontes e renovaram-se fés e esperanças num futuro melhor.
Hoje acaba para mim um ciclo. Foram 4 anos em que aprendi muita coisa, conheci muitas pessoas -algumas sei que ficarão no meu coração (e na minha vida) para sempre-, mas que também, de alguma maneira, me transformaram. E é um processo irreversível. Já não sou a mesma pessoa de antes.
Agora tenho os olhos postos no futuro, numa nova cidade, num novo emprego (ainda não é o ideal, mas a procura continuará), e na partilha de uma vida com o L.
Não esqueço aquela que será sempre a MINHA CIDADE nem as pessoas que não vou ver com tanta frequência. Fazem parte de mim e de quem eu sou. Mas voltarei sempre que possa. É uma promessa. (E quero visitas também... ) :-)
Mãos à obra. Há muito trabalho pela frente. Muito descanso vai ser igualmente necessário. A felicidade espera por mim...

Até já!

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Uma senhora extraordinária

" (...) como se o amor não fosse uma força dinâmica, não fosse todos os dias, não fosse todas as veias. Entendi isto muito mais tarde, no dia em que me apaixonei. Soube então que o amor é à chuva e ao vento, é descalço nas pedras, é perdido no mar, é rasgado nos espinhos, é na fome e na sede e na doença e na amargura e no silêncio. O amor é o corpo todo, a alma toda, a vida toda. E come-nos o coração e nós fazemos nascer outro coração no peito para que o amor o devore. (...)"

in, "O sétimo véu", de Rosa Lobato de Faria

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Um EXCELENTE 2010 para todos!!! :-)

Nem sempre a vida nos permite ter tempo para partilhar tudo o que nos vai na alma, as descobertas diárias, os sonhos, os amores e desamores com que nos vamos deparando, as alegrias, tristezas, paixões, anseios e demais emoções de que são feitos os gestos e as gentes com quem nos cruzamos.
E depois há também a "falta de organizaçãoe disciplina", aquela espécie de preguiça que teima em estar impregnada na minha pele, que me faz vezes sem conta adiar o post que tinha pensado publicar. E os dias passam, o tempo passa, muita coisa fica por dizer e mostrar.
Em 2010 espero dar a volta a essa fragilidade e transformá-la numa qualidade. :-)